Decoração de festa infantil: Quadrinhos

Padrão

Por Taís Faustini

Assimetria, desconstrução e personalização são algumas das palavras de ordem quando se fala em decorações modernas e despojadas, tanto para eventos de adultos, quanto para festas infantis.

Falando sobre festas e suas tendências, temos que admitir que esse mercado está cada vez mais criativo e recheado de opções… Tudo para atender à demanda de quem tem preferência por festas mais intimistas e personalizadas e porque não dizer, mais econômicas.

Com uma pegada do tipo “faça você mesmo”, as festas tem sido mais acessíveis e preferidas hoje em dia. Geralmente são garimpados objetos do próprio aniversariante para compor os painéis e as mesas, tais como: porta-retratos, fotos de família, brinquedos, desenhos, letras em relevo, etc.

Nesse quesito, os quadrinhos surgem como coringa para compor os cenários e produzir um visual divertido: com ou sem moldura podem ser usados com cores e tamanhos diferentes, com caricaturas, desenhos, frases  ou poemas.

A internet é uma grande aliada nessas horas, além de poder pesquisar e obter inspirações, você também encontra várias lojas online com uma variedade enorme de produtos. Muitas empresas dispõem de kits personalizados, prontos para imprimir…

Os personagens de desenho animado ou filme fogem ao formato convencional e são representados por caricaturas, silhuetas, figuras através de composição de quadros com cores e tamanhos diferentes de acordo com o tema proposto.

Frases icônicas ou de efeito agora ganham destaque emoldurada nos painéis, onde os convidados irão se identificar com a temática e o cenário vai inserir todo mundo no universo lúdico proposto.

 A mistura de materiais é uma aliada na composição de um cenário lúdico e intimista. Com certeza vai agradar a todos. No entanto, o mais importante é agradar ao aniversariante que, com certeza, ficará radiante e feliz!  Sucesso na sua festa! Beijos

 

 

 

 

Anúncios

Dia do Folclore Brasileiro – preserve a cultura popular

Padrão

Folclore é a cultura de um povo, o conjunto das tradições culturais dos conhecimentos, crenças, costumes, danças, canções e lendas dos indivíduos de determinada nação ou localidade.

Relembre nosso post sobre as lendas folclóricas e nos diga qual a sua lenda predileta…

Cartão para o Dia dos Pais

Padrão

Por Taís Faustini

Está na hora de chamar as crianças, separar o material de artesanato e fazer um lindo cartão para o Dia dos Pais. Ainda dá tempo…

Hoje separamos um modelo bem fácil, feito com elementos simples para que os pequenos também possam ajudar na montagem.

Você vai precisar um pedaço de cartolina ou papel de scrap, tesoura e uma fitinha pra fazer a gravata. Faça dobradoras conforme a imagem a seguir para confeccionar a camisa. Daí é só dar um nó não muito apertado em um pedaço de fita e cortar as pontinhas pra que fiquem na altura certa e com ponta triangular. Fácil, é?

Outra opção é montar a gravata fazendo dobraduras de papel. Para montar a gravata você precisa de um quadrado e depois é só seguir o passo a passo das dobraduras, conforme figura abaixo.

Para finalizar é só colar as duas partes com os botões (opcional). Depois é hora dos pequenos soltarem a criatividade para decorar com o estilo que mais combina com o seu papai.

Tenho certeza que vocês irão se surpreender com os resultados… As crianças ficarão SUPER FELIZES em dar o presentinho para alguém que eles gostam muito! Ah! E claro, o mais importante é a mensagem carinhosa ou o desenho que estará dentro do cartão.

Vale a pena tentar… Depois me conta o resultado, ok? Beijos

 

Feliz São João!!!

Padrão

” O baile lá na roça, foi até o sol raiar

A casa tava cheia mal se podia andar!

Estava tão gostoso aquele reboliço.

Mas é que o sanfoneiro, só tocava isso!!!

De vez em quando alguém vinha pedindo pra mudar

O sanfoneiro ria querendo agradar,

Diabo que a sanfona tinha qualquer enguiço

Mas é que o sanfoneiro só tocava isso!!!”

(By: Luiz Fernando – Rib. Preto)

Feliz São João!

Valorize as tradições brasileiras, curta as festas juninas!

 

 

 

 

Vasos de cimento – como fazer

Padrão

Por Taís Faustini

 

Acabamentos em cimento e concreto vêm conquistando cada vez mais espaço no universo da decoração. Revestimentos 3D, móveis feitos com o material, acabamentos de paredes e pisos em cimento queimado, entre outras possibilidades, vêm se destacando como tendência contemporânea inspiradas no estilo industrial.

O cimento está muito presente em projetos, inclusive como solução urbana, no mobiliário de áreas públicas. O cimento despontou como tendência tanto em móveis como em revestimentos para paredes e pisos, e mesmo em objetos de decoração, como vasos e outras peças.

Os vasos de cimento estão super em alta, são resistentes e podem ser as peças ideais para montar uma pequena reserva verde, seja dentro ou fora de casa. Para quem quer ter um jardim que exige pouca manutenção, basta escolher plantas que necessitam de pouca rega, como é o caso das suculentas e cactos.

Seguem algumas dicas para você fazer seu próprios vasos de concreto com inúmeros formatos, tamanhos e possibilidades decorativas. Você poderá se inspirar, colocar a mão na massa e deixar a sua casa com pequenos detalhes que são a sua cara!

Para fazer o seu vaso de concreto, primeiramente você deverá escolher o molde. Vamos ensinar como fazer um vaso simples, por isso sugerimos inicialmente formatos não muito complexos para que consiga entender o processo. Por exemplo: duas caixas, uma maior do que a outra, ou dois recipientes como copos e potes com o mesmo formato porém em tamanhos diferentes. Após você dominar a técnica será possível criar formas com desenhos mais elaborados!

Para começar, vai precisar dos seguintes materiais:

  • Água;
  • Pincel;
  • Vaselina ou óleo de cozinha;
  • Cimento e areia (ou massa pronta);
  • Luvas para proteger as mãos;
  • Máscara de proteção para os alérgicos (o cimento produz um pó fino que os alérgicos sentem na hora);
  • Colher e pote para fazer a mistura do cimento;
  • Potes de plástico de tamanhos variados para servirem de molde.

Etapas:

1. Primeiro coloque a máscara e proteja suas mãos com luvas. Faça a mistura de uma parte de cimento para 4 partes de areia, coloque água até conseguir uma mistura fluida. Se preferir, use a mistura pronta para cimento e acrescente a água até dar o ponto desejado.

Dica: A mistura não precisa ficar muito grossa como a usada para assentar tijolos, ela deve ficar mais fluida. 

2. Passe vaselina ou óleo de cozinha nos potes de plástico que servirão de molde. O óleo não deixa o cimento grudar na vasilha. A grande dica é usar embalagens plásticas que estão indo para o lixo, e criar em cima de seus formatos e desenhos.

Atenção: Não use potes de vidro, ok?

3. Despeje o concreto delicadamente sobre o vão interno do maior molde. Bata bem o molde contra a mesa para eliminar as bolhas de ar de dentro da massa. Agora, coloque dentro do molde maior o molde menor na parte interna, pressione este para baixo; o menor molde formará um espaço interno oco em que você poderá colocar a terra e a planta. Com uma espátula, alise a superfície do concreto com uma certa pressão, deste modo elimina-se as imperfeições das bordas. A base e as paredes devem conter espessura semelhante, embora a base possa ser maior do que as paredes (normalmente não o contrário).

4. Coloque, então, um peso no molde interno para mantê-lo no lugar pelo tempo necessário para secagem.

5. Espere, no mínimo, 24 horas para que o cimento seque por completo. Depois que o cimento estiver seco, basta desinformar os vasinhos.

6. Para o acabamento será necessário usar lixa grossa que, além de polir a peça, é possível pintar o seu vaso com tinta acrílica. Pense em cores, padrões e desenhos diversos. Você pode criar uma composição entre eles com diferentes tamanhos, espécies de plantas além de suportes variados para apresentar os seus vasos.

7. Se quiser, faça furos no fundo do vaso com furadeira para garantir a drenagem do vaso. Se for para uso interno, tire proveito das espumas florais ou dos pedriscos na hora de montar seu arranjo.

 

E a criatividade não para por ai… vários objetos podem ser criados com essa técnica e adquirirem outras funções e gastando pouquíssimo!

Se gostou das dicas, deixe um comentário. Beijos

 

Festa Junina infantil inspirada no cangaço

Padrão

Por Taís Faustini

Uma das épocas mais gostosas do ano, as festas juninas ajudam a alegrar e aquecer o inverno com as quadrilhas, comidinhas típicas, bebidas quentinhas, roupas divertidas e muita música caipira. Afinal, quem não adora uma maçã do amor, uma cocada mole ou canjica? É nessa época que a fazenda invade a cidade e tudo o que é da roça pode ser usado de forma lúdica para caracterizar uma festa junina ou um aniversário divertido.

E porque não fugir do convencional e fazer uma festa de aniversário inspirada no cangaço, no cordel ou nos ícones nordestinos como Luiz Gonzaga ou Lampião e Maria Bonita? Valorizar nossas canções e a cultura brasileira são uma excelente iniciativa…. Com certeza será uma comemoração especial e única!

Seguem algumas imagens para servir de inspiração para a festa das crianças:

Espero que alguma dessas ideias inspirem festas maravilhosas… Dê uma olhadinha nos nossos posts sobre festas juninas:

Festa Junina – como organizar

Festa Junina – decoração

Festa Junina – mesa

Festa Junina – brincadeiras

 

Estilo Industrial – tendências modernas

Padrão

Por Taís Faustini

O estilo industrial tomou força nos anos 50 em Nova York , quando muitas fábricas e confecções fecharam as portas (após a 2a. Guerra Mundial) e abandonaram seus grandes galpões. A classe média e principalmente os artistas interessados no baixo custo e na união do trabalho com moradia, migraram para essas áreas degradadas e transformaram os galpões em lofts ou ateliês, criando ambientes de personalidade e quebrando todas as regras do padrão tradicional de morar da época.

Baseado nos conceitos de funcionalidade e atemporalidade, o estilo se encaixa perfeitamente na atualidade, mesmo depois de vários anos. Hoje o seu uso não se restringe somente à moradia, alcançando outros ambientes como restaurantes, escritórios, lojas e até festas! A releitura do estilo aparece nos objetos de decoração, luminárias e revestimentos, que foram adaptados segundo às novas necessidades.

As principais características deste estilo é a utilização de:

Espaços amplos: Os ambientes que seguem este estilo são amplos e funcionais, planejados para integrar os espaços de convivência com muito charme e praticidade, sendo tudo integrado, sem paredes para isolar as pessoas e separar ambientes.

Tubulações, fios e estruturas aparentes: Tubulações hidráulicas, fios elétricos, vigas e pilares a vista, são elementos primordiais para quem quer investir neste estilo.

Luminárias: Luminárias de metal, pendentes, lâmpadas aparentes e fios enrolados fazem parte da iluminação no estilo industrial. Outra boa pedida são as luminárias em formato de letras e símbolos (letreiros luminosos), que lembram os letreiros antigos das fábricas.

Tijolinho à vista: Deixar os tijolos expostos reforça o estilo industrial e pode ser utilizado com papéis de parede e/ou adesivos que se assemelham a esse tipo de revestimento.

Cores: As cores que representam esse estilo são as mais sóbrias como o preto, cinza e o branco. São cores urbanas e lembram a infraestrutura das fábricas.

Revestimentos: Os revestimentos ideais são aqueles que dão acabamento natural. Pastilhas vintage e o uso de cimento queimado e concreto são sugestões que podem ser aplicadas em alguns ambientes. O móveis e objetos de ferro e latão são muito usados, dando um ar de rusticidade ao ambiente. A madeira é usada em seu estado bruto, não precisa estar perfeitamente lixada e nem envernizada. Os pallets, caixotes de feira e a madeira de demolição podem ser reaproveitados e combinam muito bem com a decoração.

No caso de pequenas residências, uma maneira de incorporar o estilo industrial na decoração, é fazendo uma rápida mudança nos acessórios. O foco visual é o que importa! Bom censo é mesclar essas peças reutilizadas com mobiliário de design para que fique equilibrado no melhor estilo industrial…

E as ideias são aproveitadas também em festas e eventos, através de pequenos cenários e acessórios. Tudo muito moderno e atual!

E você, o que achou? Ficou com vontade de trazer o charme e o despojamento do estilo industrial para sua casa ou sua festa? Aproveite a ideias e crie lindos ambientes e cenários! Beijos

 

 

 

 

Arcos de balões desconstruídos

Padrão

Por Taís Faustini

Uma novidade que está vindo com tudo nas festas produzidas pelos decoradores mais antenados são os arcos de balões desconstruídos. Esse estilo de arco com formas mais orgânicas surgiu no Estados Unidos e se popularizou pelo mundo através dos blogs referenciados.

A chave para o sucesso na criação de um arco de balões desconstruídos é a variedade de cores e de tamanhos que pode-se criar na hora de encher os balões. Interessante é focar em um padrão de 3 cores (no mínimo) e a partir dai adicionar tons nas cores escolhidas.

A ideia é usar balões de diversos tamanhos para criar um fundo autêntico e moderno e compor com a mesa principal ou cenário. Os formatos de arcos podem variar de acordo com a sua criatividade, assim como o volume de balões em cada parte do arco. Quanto mais orgânico, melhor! É também muito comum colocar materiais diferenciados entre os balões.

Materiais utilizados:

  • Balões em uma variedade de cores e tamanhos: números 9, 7 e 5 (você deve usar as cores que preferir e estiver dentro da paleta de cores da sua festa);
  • Bomba para encher balão;
  • Fio de nylon;
  • Tesoura;
  • Fita adesiva transparente (dupla face);
  • Cola quente;
  • Ganchos ou arames para fixar o arco;
  • Materiais alternativos tais como: flores, folhagens, lâmpadas, balões de papel, etc.

Como fazer:

1 – Separe diferentes tamanhos de balões. Aproximadamente 200 balões;

2 – Encha os balões em tamanhos diferentes de forma que fiquem com um formato redondo;

3 – Faça o nó em todos os balões e deixe todos preparados. Amarre a ponta dos balões dois a dois, formando um cacho de 4 balões de cores e formatos diferentes;

4 – Passe os balões em um fio de nylon intercalados de forma que os balões fiquem presos e formem a composição desejada;

5 – Acrescente balões menores com cola quente (caso deseje) ou fita adesiva;

6 – Fixe o arco na parede prendendo o nylon em ganchinhos adesivos de forma que fique uma composição bem orgânica;

7 – Finalize com flores, folhagens, balões de papel, tecido ou outro material que desejar.

Outra forma de fazer o arco de balões é montando a estrutura com arame de galinheiro. Esta maneira proporciona uma forma mais orgânica ao arco de balões, porém dá um pouco mais de trabalho já que os balões são colocados um a um.

Seguem outras ideias tais como corações, aros e pilares com a técnica dos balões desconstruídos.

Basta usar sua criatividade, habilidade e um pouco de paciência para fazer lindas estruturas com balões! Aproveite as ideias e ponha a mão na massa! Com certeza sua festa ficará linda! Beijos