Arquivo mensal: maio 2016

Festa Junina – como organizar

Padrão

Por Taís Faustini

base festa junina com borda

Está chegando mais uma festividade nacional de dar água na boca de qualquer um: a FESTA JUNINA! Nesta data as pessoas adoram ir para os eventos, se caracterizarem, comer os pratos típicos e muito mais! Mas e você, sabe como promover um evento junino memorável para seus convidados?

O mês de junho é marcado por fogueiras, danças, comidas típicas e muitas bandeirinhas coloridas realçando as peculiaridades de cada região. Não é preciso gastar muito, nem ter grandes habilidades manuais. O importante é participar reunindo a família e amigos para uma gostosa brincadeira.

Antes de se preocupar com cada detalhe da festa junina, é importante ter consciência de que se trata de uma festa caipira, colorida, com muitas danças e comidas tradicionais e com pessoas caracterizadas com trajes típicos. Também é comum todos os eventos dessa categoria sugerirem brincadeiras temáticas aos convidados.

O primeiro passo é fazer todo o planejamento estratégico da festa, colocando no papel a ideia central pensada, a definição de tudo o que será necessário para a sua produção, quem irá te ajudar com os preparativos e os períodos de execução de cada etapa.

Elabore um convite criativo e temático (em caso de festas familiares), que informe ao convidado o dia, hora e local da festa junina. Recomende também que eles compareçam caracterizados com roupas juninas para dar mais autenticidade a festa.

É importante determinar a quantidade máxima de participantes do seu evento, só assim você poderá definir o local da festa, como acomodar seus convidados, a quantidade de comida e bebida necessária, etc.

O lugar pode ser aberto ou fechado, porém deve ser em local bastante arejado, amplo e confortável. Caso tenha queima de fogos, explore a área ao ar livre para que todos possam presenciar o espetáculo no céu. O local deverá ser adequado ao número de convidados se preocupando com a segurança e infraestrutura, como banheiros adequados, acessibilidade para deficientes, localização de fácil acesso, etc.

A escolha da data também é importante. Além do planejamento antecipado para que seus convidados se programem com antecedência para participar do evento, é bom se atentar às datas comemorativas da cidade ou da escola das crianças. Você não vai querer perder seu público para outras festas, não é mesmo?

E por fim o horário. Como já foi dito, é importante adequar o horário ao perfil do seu público. Por isso a importância de saber se são adultos, jovens, crianças ou famílias. Para cada faixa etária e perfil um horário será mais atrativo.

Monte um cardápio variado com comidas típicas. Aproveite os alimentos da época – uma dica é o milho verde cozido. Como o mês de junho é a época da colheita do cereal, muitos alimentos são feitos com ele. As comidas que você pode servir durante sua festa junina são variadas. Aposte em doces como paçoca, pé de moleque, cajuzinho, arroz-doce, cocada, amendoim doce, pamonha e canjica. Assim também, não deixe de servir pipoca e bolo de milho. Não se esqueça também das bebidas como o quentão, por exemplo. Se a festa for mais informal, você pode pedir para cada convidado levar algum prato típico no dia da festa. Para não correr o risco de ter só canjica ou bolo, por exemplo, crie uma lista e recomende no convite o que é responsabilidade de cada um. Não se esqueça de pôr na lista a quantidade por pessoa.

Esse tipo de festa pede uma decoração simples e rural, então capriche nos adereços da época! Tecidos feitos com retalhos, chita, bandeirinhas… Além da decoração no interior do local, não se esqueça de fazer o mesmo nas áreas externas e nas barracas, se for o caso! Uma outra ideia é acender uma fogueira; isto se a festa não for para crianças, é claro. Ela esquenta os mais friorentos e ainda dá um super charme… Você também pode envolver todos os seus familiares e amigos na decoração, na organização e até mesmo no preparo dos pratos. Dessa forma, todos podem criar bandeirinhas com papel crepom, decorar as bandejas ou dispor os doces na mesa principal. Em pontos estratégicos da festa, construa pequenos cenários com peças artesanais, espantalhos, palha e toras de madeira para que os convidados possam tiram fotos divertidas. As mesinhas podem ser revestidas com toalhas xadrez e contar com enfeites temáticos. Sua festa junina pode tanto ter os pratos típicos expostos numa grande mesa como também nas barraquinhas, tudo depende da proposta.

O traje também é um elemento imprescindível em uma Festa Junina. Para que todos entrem no clima do evento, é importante que estejam caracterizados com roupas típicas. Ah! Isso vale para todos: convidados, ajudantes e anfitriões também!

Ao produzir uma festa junina, você deve se lembrar de organizar também as brincadeiras típicas que irão entreter os participantes. As brincadeiras de festa junina são bastante tradicionais e não costumam variar muito de região para região, mas algumas festas podem apresentar atrativos diferentes, de acordo com a escolha dos organizadores da festa. As brincadeiras garantem diversão para todas as idades e personalizam a festa junina.

No próximo post falaremos um pouco sobre as brincadeiras mais comuns em festas juninas! É diversão garantida! Não perca!

Relembre nossos posts: Festa Junina – decoração e Festa Junina -mesa.

Viva São João! Aproveite. Beijos

Anúncios

Jogos Olímpicos – brincadeiras que incentivam

Padrão

Por Taís Faustinianeis 2

Já é grande a expectativa entre os amantes de esportes para o início dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos do Rio de Janeiro 2016, período em que a cidade e o país vão atrair os olhares do mundo inteiro. A competição inicia no dia 05 de agosto, e novidades que envolvem o tema já chamam a atenção…

O local de abertura e encerramento será no Estádio do Maracanã. Serão disputadas 28 modalidades, duas a mais em relação aos Jogos Olímpicos de Verão de 2012 (Rúgbi de sete e Golfe). A expectativa é de que participem, nas Olimpíadas de 2016, cerca de 10.500 atletas de 206 nações.

As Olimpíadas do Rio 2016 contará com dois animados mascotes. Representando a fauna e a flora, eles são: Vinícius (representa os animais do Brasil) e Tom (representa as plantas do Brasil). Os nomes são justas homenagens a dois grandes compositores da música popular brasileira: Vinícius de Moraes e Tom Jobim.

Taí uma ótima oportunidade para ensinar a criançada sobre os Jogos Olímpicos com atividades lúdicas que irá não apenas diverti-las, mas também ensiná-las sobre esse grande evento. Independente da idade da criança, pode-se aprender muito também sobre cultura, história, geografia, matemática, física e biologia. Muito interessante para aguçar a curiosidade e ampliar o conhecimento! Seguem algumas imagens para você se inspirar e embarcar nessa brincadeira:

Como se vê, com as Olimpíadas pode-se ensinar muito. E aprender ainda mais… Beijos