Arquivo mensal: junho 2017

Vasos de cimento – como fazer

Padrão

Por Taís Faustini

 

Acabamentos em cimento e concreto vêm conquistando cada vez mais espaço no universo da decoração. Revestimentos 3D, móveis feitos com o material, acabamentos de paredes e pisos em cimento queimado, entre outras possibilidades, vêm se destacando como tendência contemporânea inspiradas no estilo industrial.

O cimento está muito presente em projetos, inclusive como solução urbana, no mobiliário de áreas públicas. O cimento despontou como tendência tanto em móveis como em revestimentos para paredes e pisos, e mesmo em objetos de decoração, como vasos e outras peças.

Os vasos de cimento estão super em alta, são resistentes e podem ser as peças ideais para montar uma pequena reserva verde, seja dentro ou fora de casa. Para quem quer ter um jardim que exige pouca manutenção, basta escolher plantas que necessitam de pouca rega, como é o caso das suculentas e cactos.

Seguem algumas dicas para você fazer seu próprios vasos de concreto com inúmeros formatos, tamanhos e possibilidades decorativas. Você poderá se inspirar, colocar a mão na massa e deixar a sua casa com pequenos detalhes que são a sua cara!

Para fazer o seu vaso de concreto, primeiramente você deverá escolher o molde. Vamos ensinar como fazer um vaso simples, por isso sugerimos inicialmente formatos não muito complexos para que consiga entender o processo. Por exemplo: duas caixas, uma maior do que a outra, ou dois recipientes como copos e potes com o mesmo formato porém em tamanhos diferentes. Após você dominar a técnica será possível criar formas com desenhos mais elaborados!

Para começar, vai precisar dos seguintes materiais:

  • Água;
  • Pincel;
  • Vaselina ou óleo de cozinha;
  • Cimento e areia (ou massa pronta);
  • Luvas para proteger as mãos;
  • Máscara de proteção para os alérgicos (o cimento produz um pó fino que os alérgicos sentem na hora);
  • Colher e pote para fazer a mistura do cimento;
  • Potes de plástico de tamanhos variados para servirem de molde.

Etapas:

1. Primeiro coloque a máscara e proteja suas mãos com luvas. Faça a mistura de uma parte de cimento para 4 partes de areia, coloque água até conseguir uma mistura fluida. Se preferir, use a mistura pronta para cimento e acrescente a água até dar o ponto desejado.

Dica: A mistura não precisa ficar muito grossa como a usada para assentar tijolos, ela deve ficar mais fluida. 

2. Passe vaselina ou óleo de cozinha nos potes de plástico que servirão de molde. O óleo não deixa o cimento grudar na vasilha. A grande dica é usar embalagens plásticas que estão indo para o lixo, e criar em cima de seus formatos e desenhos.

Atenção: Não use potes de vidro, ok?

3. Despeje o concreto delicadamente sobre o vão interno do maior molde. Bata bem o molde contra a mesa para eliminar as bolhas de ar de dentro da massa. Agora, coloque dentro do molde maior o molde menor na parte interna, pressione este para baixo; o menor molde formará um espaço interno oco em que você poderá colocar a terra e a planta. Com uma espátula, alise a superfície do concreto com uma certa pressão, deste modo elimina-se as imperfeições das bordas. A base e as paredes devem conter espessura semelhante, embora a base possa ser maior do que as paredes (normalmente não o contrário).

4. Coloque, então, um peso no molde interno para mantê-lo no lugar pelo tempo necessário para secagem.

5. Espere, no mínimo, 24 horas para que o cimento seque por completo. Depois que o cimento estiver seco, basta desinformar os vasinhos.

6. Para o acabamento será necessário usar lixa grossa que, além de polir a peça, é possível pintar o seu vaso com tinta acrílica. Pense em cores, padrões e desenhos diversos. Você pode criar uma composição entre eles com diferentes tamanhos, espécies de plantas além de suportes variados para apresentar os seus vasos.

7. Se quiser, faça furos no fundo do vaso com furadeira para garantir a drenagem do vaso. Se for para uso interno, tire proveito das espumas florais ou dos pedriscos na hora de montar seu arranjo.

 

E a criatividade não para por ai… vários objetos podem ser criados com essa técnica e adquirirem outras funções e gastando pouquíssimo!

Se gostou das dicas, deixe um comentário. Beijos

 

Festa Junina infantil inspirada no cangaço

Padrão

Por Taís Faustini

Uma das épocas mais gostosas do ano, as festas juninas ajudam a alegrar e aquecer o inverno com as quadrilhas, comidinhas típicas, bebidas quentinhas, roupas divertidas e muita música caipira. Afinal, quem não adora uma maçã do amor, uma cocada mole ou canjica? É nessa época que a fazenda invade a cidade e tudo o que é da roça pode ser usado de forma lúdica para caracterizar uma festa junina ou um aniversário divertido.

E porque não fugir do convencional e fazer uma festa de aniversário inspirada no cangaço, no cordel ou nos ícones nordestinos como Luiz Gonzaga ou Lampião e Maria Bonita? Valorizar nossas canções e a cultura brasileira são uma excelente iniciativa…. Com certeza será uma comemoração especial e única!

Seguem algumas imagens para servir de inspiração para a festa das crianças:

Espero que alguma dessas ideias inspirem festas maravilhosas… Dê uma olhadinha nos nossos posts sobre festas juninas:

Festa Junina – como organizar

Festa Junina – decoração

Festa Junina – mesa

Festa Junina – brincadeiras